segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Os nomes e o calor moçambicanos

Os moçambicanos gostam de dar nomes aos seus filhos que lembram coisas do seu dia a dia, comemorações ou utensílios domésticos. Já conhecemos: Sr Alface, Sr Colher, Sr Felicidade, Sr Whisky, Sr Cadeado, Dona Pascoa, entre outros.
Mas o mais 'pitoresco' ficou por conta de uma família que conheci recentemente ... é um casal que ficou famoso por serem os primeiros moradores a ocupar as casas em um reassentamento que ocorre na cidade. Lá chegaram eles, o casal e os filhos na casa nova, tudo limpinho, novinho, em um dia de calor de mais de 40 graus. Após a cerimônia, foram para casa em busca de sombra, mas as árvores ainda estão pequenas e só tem a sombra do estendal para sementes, que na verdade deve ser um local ainda mais quente por causa da lona.
Quando cheguei lá, foram me apresentar esta família e perguntei o nome da esposa e me responderam: "Dona Assada". Olhando a mulher sentada no chão, naquele calor, embaixo da lona não pude deixar de pensar que era uma piada ... mas não, é a família dos Assados, Sr Assado e esposa. Só por Jesus!!!!

Falando em calor, estávamos tentando achar palavras pra descrever o calor que faz aqui em Tete. Insuportável, terrível, medonho, enlouquecedor ... são palavras que não são boas o bastante para descrever o que acontece aqui. Aí uma amiga me disse que uma conhecida dela disse que o calor estava ensurdecedor .... adorei!!!!!!!!!!!! adorei!!!!!!!!! Calor ensurdecedor !!!!
Não poderia haver uma palavra mais inapropriada que faz todo o sentido neste contexto.
Para provar o calor de Tete ... veja na foto a tempetura dentro do carro.

Um comentário:

  1. Gosto da realidade dos seus textos. Este é simplesmente espectacular.

    ResponderExcluir